segunda-feira, dezembro 26, 2005

Que Venha 2006....


Eu to dizendo que venha 2006 coim muita força que eu to a mil pelo Brasil... To ai pra encarar o que der e vier, pois acredito que 2006 será um ano de muitas realizações... to feliz
bjinhos......ka

quarta-feira, dezembro 14, 2005

sinto-me redescobrindo o mundo...

Redescobrir

Elis Regina

Composição: Luiz Gonzaga Jr
.
"Como se fora brincadeira de roda, memóriaJogo do trabalho na dança das mãos, maciasO suor dos corpos na canção da vida, históriaO suor da vida no calor de irmãos, magiaComo um animal que sabe da floresta, perigosaRedescobrir o sal que está na própria pele, maciaRedescobrir o doce no lamber das línguas, maciasRedescobrir o gosto e o sabor da festa, magiaVai o bicho homem fruto da semente, memóriaRenascer da prórpria força, própria luz e fé, memóriaEntender que tudo é nosso, sempre esteve em nós, históriaSomos a semente, ato, mente e voz, magiaNão tenha medo, meu menino bobo, memóriaTudo principia na própria pessoa, belezaVai como a criança que não teme o tempo, mistérioAmor se fazer é tão prazer que é como se fosse dor, magiaComo se fora brincadeira de roda, memóriaJogo do trabalho na dança das mãos, maciasO suor dos corpos na canção da vida, históriaO suor da vida no calor de irmãos, magia"
To eu e a Elis, redescobrindo... bjinhos...ka

terça-feira, dezembro 06, 2005

Eu....


Essa sou eu!
Me chamo Karina Muller Schmidt, nasci no dia 25/08/1982, to com 23 aninhos, nossa nem acredito.... sou virginiana com ascendente em áries( deve ser por isso que tenho esse "jeitinho" meigo de lidar com as pessoas....)
Tenho um genio bem forte, gosto das coisas bem verdade, bem esclarecidas, sem meio termo, ODEIO MENTIRAS!
Gosto de ler livros que me ensinem alguma coisa, ou que me façam refletir sobre as coisas... Adoro Legião Urbana, mas ultimamente to me deixando descobrir e experimentar novas músicas... Meu filme preferido é "O fabuloso destino de Ameli Polan", adorei esse filme frances, minha comida preferida é cachorro quente (pra variar porcaria) e macarrão, de preferencia caseiro.... Adoro sexta feira e domingo... são meus dias preferidos, os dias que sempre estou mais feliz, sexta porq encerra a semana e domingo porq é o dia de não fazer nada...
De uns anos pra cá mudei bastante, estou aprendendo a ser mais tolerante, a ser mais vaidosa, a ser menos agressiva com as pessoas, mas ainda continuo "enjoada", que nem meu pai diz, eu nasci enjoada, chata, perfeccionista....
Ah, não falem comido quando estou com fome ou com sono, é pedir pra mim ser estupida e mau humorada...hweheheheh... defeitinho básico...

Bom, sempre quis fazer isso, escrever sobre mim, a gente aprende a se enxergar... não é ser egoista é saber se conhecer, aceitar seus limites ...

bjinhos.... ka

sábado, dezembro 03, 2005

Fim de semana... graças a Deus...


Olha, tava rezando pra chegar o findi, quero arrumar direitinho minha casinha, vou deixar ela do meu jeitinho....
E quero descansar um pouco também....
Bom findi a todos... bjinhos...ka

sexta-feira, dezembro 02, 2005

Novas experiencias...

Aproveitando o momento da minha amiga Babi, que tá se redescobrindo, ou descobrindo, declaro que vivo em constante descobrimento....
Não que eu tenha mudado, sou a mesma na essencia, porem to deixando minha casca mudar,
me permitindo descobrir coisas novas.... to até experimentando novos gostos musicais... não que eu tenha deixado de gostar do meu rock n'roll, mas estou me deixando ouvir e a curtir outros estilos, tipo forró, sertanejo, to descobrindo a essencia matogrossense...
è tri isso, te faz crescer e experiemnta o diferente... é bom... to curtindo

bom sem mais pro momento... bjinhos...ka

quinta-feira, novembro 10, 2005

Um tempo de pensar... e sonhar...


"Quando não tinha nada eu quisQuando tudo era ausência espereiQuando tive frio tremiQuando tive coragem ligueiQuando chegou carta abriQuando ouvi Prince danceiQuando o olho brilhou, entendiQuando criei asas, voeiQuando me chamou eu vimQuando dei por mim tava aquiQuando lhe achei, me perdiQuando vi você, me apaixoneiQuando não tinha nada eu quisQuando tudo era ausência espereiQuando tive frio tremiQuando tive coragem ligueiQuando chegou carta abriQuando ouvi Salif Keita danceiQuando o olho brilhou, entendiQuando criei asas, voeiQuando me chamou eu vimQuando dei por mim tava aquiQuando lhe achei, me perdiQuando vi você, me apaixonei"
* Essa é uma ´música da Daniela Mercury, que acho linda demais...
Hoje não estou a fim de falar, quero que a música fale por mim....
bjinhos...ka

terça-feira, novembro 08, 2005

Amor incondicional...

Nunca entendi direito esse tal de amor incondicional que Deus tem pela gente, mas ultimamente ando percebendo isso, e de uma certa forma entendo esse amor tão doido que passa por cima de muitas coisas...
Uma amiga minha me mandou um poema falando sobre o amor entre um casal, ei - lo aqui...


Todo casal deveria ler...
> (Arthur da Távola)
> Aos casados há muito tempo
> aos que não casaram, aos que vão casar,
> aos que acabaram de
>casar,
> aos que pensam em se separar,
> ...aos que acabaram de se separar,
> aos que pensam em voltar...
> Por mais que o poder e o dinheiro tenham conquistado
> uma ótima posição no ranking das virtudes,
> o amor ainda lidera com folga.
> Tudo o que todos querem é amar.
> Encontrar alguém que faça bater forte o coração
> e justifique loucuras.
> Que nos faça entrar em transe, cair de quatro,
> babar na gravata.
> Que nos faça revirar os olhos, rir à toa,
> cantarolar dentro de um ônibus lotado.
> Tem algum médico aí???
> Depois que acaba esta paixão retumbante,
> sobra o que?
> O amor.
> Mas não o amor mistificado,
> que muitos julgam ter o poder de fazer levitar.
> O que sobra é o amor que todos conhecemos,
> o sentimento que temos por mãe, pai, irmão, filho.
> É tudo o mesmo amor, só que entre amantes existe sexo.
> Não existem vários tipos de amor,
> assim como não existem três tipos de saudades,
> quatro de ódio, seis espécies de inveja.
> O amor é único, como qualquer sentimento,
> seja ele destinado a familiares, ao cônjuge ou a Deus.
> A diferença é que, como entre
>marido
> e mulher não há laços de sangue,
> a sedução tem que ser ininterrupta.
> Por não haver nenhuma garantia de durabilidade,
> qualquer alteração no tom de voz nos fragiliza,
> e de cobrança em cobrança acabamos por sepultar
> uma relação que poderia ser eterna.
> Casaram. Te amo prá lá, te amo prá cá.
> Lindo, mas insustentável.
> O sucesso de um casamento
> exige mais do que declarações românticas.
> Entre duas pessoas que resolvem dividir o mesmo teto,
> tem que haver muito mais do que amor,
> e às vezes nem necessita de um amor tão intenso.
> É preciso que haja, antes de mais nada, respeito.
> Agressões zero. Disposição para ouvir argumentos alheios.
> Alguma paciência... Amor, só, não basta.
> Não pode haver competição. Nem comparações.
> Tem que ter jogo de cintura para
>acatar regras
> que não foram previamente combinadas.
> Tem que haver bom humor para enfrentar imprevistos,
> acessos de carência, infantilidades.
> Tem que saber levar. Amar, só, é pouco.
> Tem que haver inteligência.
> Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais,
> rejeições, demissões inesperadas, contas pra pagar.
> Tem que ter disciplina para educar filhos,
> dar exemplo, não
>gritar. Tem que ter um bom psiquiatra.
> Não adianta, apenas, amar.
> Entre casais que se unem visando à longevidade do matrimônio
> tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância,
> vida própria, um tempo pra cada um. Tem que haver confiança.
> Uma certa camaradagem, às vezes fingir que não viu,
> fazer de conta que não escutou.
> É preciso entender que união não significa,
> necessariamente, fusão.
>
> E que amar, 'solamente', não basta.
> Entre homens e mulheres que acham que o amor é só poesia,
> falta discernimento, pé no chão, racionalidade.
> Tem que saber que o amor pode ser bom, pode durar para sempre,
> mas que sozinho não dá conta do recado.
> O amor é grande mas não é dois.
> É preciso convocar uma turma de sentimentos
> para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência.
> O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se
>basta.
>
> Um bom amor aos que já têm!
> Um bom encontro aos que procuram!
> E felicidades a todos nós!


E o que mais me chamou atenção neste texto é o fato do autor dizer: ama-se porq ama-se, não existem dois tipos de amor, amor é igual para amigo, para irmão , para marido, para pai e mãe, porq o amor é incondicional, não impõe restrições, não te julga pelos teus erros....
Pra mim o amor é aceitação da pessoa que se ama, do jeito que ela é, claro, preocupamo-nos com ela, mas não temos o direito de intervir no seu caminho, porq a amamos.... eu acredito que é esse o amor incondicional de Deus, o amor que te diz o caminho certo, mas se vc não seguir, o único prejudicado é a nós mesmos... e a pessoa que nos ama nos aceiará e nos acolherá mesmo nos momentos desespero, nos momentos que sabemos que nós mesmos plantamos esse caminho... que nós mesmos estamos colhendo os espinhos....

bjinhos....ka

quinta-feira, novembro 03, 2005

To querendo mesmo é um canto pra ficar sossegada....

Não é possivel como a gente consegue em alguns segundos ser tão estupida a ponto de magoar as pessoas ao nosso redor...
Ontem eu tava num mau humor insuportável, nem eu me aguentei, e claro consegui sentar as patas em meio mundo...o genio do cão... ainda quero entender porq Deus me fez assim...
Ma shoje estou melhor, claro tentando controlar esse geniozinho...sutil....
essa é minha luta diária, tentar não ser tão impulsiva....

bjo bjo bjo bjo...........ka

segunda-feira, outubro 31, 2005

Niver do meu pai.... dia 30/10....

Nesse domingo foi niver do meu pai, ele completou 50 anos, meu velhnho, meu primeiro namorado, meu sempre amor da minha vida... sei que ele está muito feliz, com muita saude, por isso fico feliz por ele, mas minha vontade era de estar ao lado dele, de tomar o chopp com ele, apesar que ele me lkigou umas trezentas vezes durante o dia, e na ultima vez que ele ligou eu disse pra ele que amava muito ele e ele me disse somente assim: "saudade".... meu coração ficou apertadinho, porque quem conhece meu pai sabe ele é um cara que pouco se expressa...

bjo bjo bjo .....................ka

quinta-feira, outubro 27, 2005

Saudades de todos...

Incontrolavel veio ela, a saudade, ardendo como fogo, doendo como uma ferida mal curada.... SAUDADE....
Hoje estava conversando com um amigo meu aqui do curtume, e ele falou que a mãe dele esta com cancer, e que só tem algumas semanas de vida.... Egoisticamente (nem sei se existe essa palavra) pensei na minha mãe, que está a 2800km de mim, longe.... muito longe... e o que me chamou a atenção é o fato desse meu amigo estar firme e forte, não que ele não ame sua mãe, mas está conseguindo segurar a barra... Eu, com certeza estaria chorando feito uma doida, não ia conseguir trabalhar, nem estudar, nem comer, só de pensar que minha mãe e meu pai estão longe de mim e q talvez eles possam também adoecer chego a ficar triste, com vontade de ligar pra eles e dizer que eu amo muito eles, de ouvir a voz deles, de dizer que tudo que eu faço eu sempre penso se é certo ou errado, porque tenho medo demais de decepcioná-los....
Não existem pessoas que mais entendam a gente do que o pai e a mãe da gente, eles é que nos aceitam como somos, que jamais nos discriminam (mesmo a gente tendo feito isso em vários momentos de nossa adolescencia) que nos amam acima de tudo...
As vezes a gente demora tempo pra perceber isso, eu demorei 23 anos...

bjo no coração.... ka

quarta-feira, outubro 26, 2005

O dia em que minha amiga disse que a Juliana paes é "torta"

Bah, essa foi inacreditável, e claro, de um consolo tremendo.... minha amiga querida, querendo me consolar na minha crise de ciumes disse que o marido dela viu a Juliana Paes no RJ e diss eque ela é toda torta....
Gostosa mesmo somos nós, com esse corpinho de princesas.... suaves igual uma seda... com essa carinha angelical e com um genio facinho de se lidar... é ... mas com certeza chamamos atenção pelo nosso modo de pensar, pela teimosia, por não ter papas na lingua... pelo menos sei que todos lembram de mim desse jeito...

Que viagem... bjinhos.....ka

segunda-feira, outubro 24, 2005

"Beirando" a crise....

Estou "beirando" a crise, que por sinal nem é mais a beira de uma crise, estou rondando ela, correndo, me disfarçando, tentando me esconder pra crise não me pegar, literalmente beirando ela....

O problema é que existem vários problemas ao mesmo tempo...

As vezes pergunto porq escolhi ser tecnica em meio ambiente??? o profissãozinha mais complicada heim, não existe um dia que não haja um pepino, abacaxi ou como queiram denominar as encrencas do dia a dia...

Mas deve ser por isso que eu gosto do que faço, não existe um dia que haja monotonia, todos são pura adrenalina... hehehehehhe

Bem, só pra informar, não estou me queixando estou apenas pensativa e reflexiva.... por mais que amamos o que fazemos, sempre existem dias de muito acúmulo de problema... parece um complô.. todos os problemas se juntam e resolver te testar pra ver até onde vc pode aguentar...´seria interessante analisar a cabeça de um problema....

Sabe, nem tudo pode ser perfeito mesmo, sentimentalmente, estou amando... e muito feliz... profissionalmente claro, tá essa maré de problema, mas quem sabe daqui uns dias dá uma acalmadinha.... e quanto a ao meu EU... to me descobrindo a cada dia...
Minha mãe sempre disse que era pra mim criar juizo, quando eles vieram ( os dentes cizos, denominados como dentes do juizo) nasceram torto e to tendo que arrancá-los... é tadinha da minha mãezinha....

bjo bjo bjo bjo bjo..........................ka

sábado, outubro 22, 2005

VENTO

Noite de vento,
Sussurro das árvores,
Gritos dos mudos…
Corre pelos campos,
Corre sem destino,
Corre o vento implacável…
As árvores balançam,
As casas tremem
E as pessoas se escondem…
O vento vai,
Vai e volta,
Leva vidas
E não as traz devolta…
Não é minuano,
Nem vendaval.
É só vento,
Vento que não faz mal…
Noite de vento,
Sussurro de Deus,
Grito do mundo…
Vem do pampa,
Vai até o horizonte.
Por onde passa,
Varre nossas almas.
O vento pára,
Vem o silêncio.
Silêncio da morte,
Morte do vento…
Que no fim,
Renasce.
Corre pelo chão,
Varrendo nossas almas
E o coração…


Essa poesia é de uma pessoa que tem uma sensibilidade enorme....

bjo bjo bjo

sexta-feira, outubro 21, 2005

Navegando nesse universo chamado internet....

"Nossa, em meaods dos meus 23 anos jamais pensei que pudesse me envolver nesse mundo da internet... tenho e-mail, flog, msn e agora um blog.... onde vou parar....hehehehhe

Bem, então inicio meu blog com essa surpresa de mim mesma...."

bjinhos...ka