quinta-feira, junho 29, 2006

Tempestade...

Gosto das tempestades.... acho bonito o fato de ver os raios.... o vento... como pode ter uma força capaz de mecher a estrutura, de modificar, de devassar.... É assim com a vida... to passando por uma tempestade... mas to percebendo que a chuva tá vindo agora e acalmando tudo... por enquanto to vendo neblina, mas já consigo enxergar....
to rezando pro sol chegar...

bjos...ka

segunda-feira, junho 26, 2006

Solidariedade

O título desta postagem vem com um nome dificil... de peso... SOLIDARIEDADE
è um ato dificil de se fazer, díficil pois normalmente fazemos as coisas esperando algo em troca... infelizmente somos seres humanos filhos da puta e paree que tá no instinto... sempre querer algo em troca... porém, hoje, numa segunda feira... fui testemunha de um ato de solidariedade que me deixou pensativa, triste, mas ao memso tempo muito feliz...
Bom, nós estávamos preciosnado contratar um motorista pra nossa carreta aqui no curtume, ai hoje fizemos teste prático com dois motorista.. um deles o Sr. Blantir (é esse o nome dele sim) um senhor de 55 anos que em funçãod a sua idade não conseguia arrumar emprego, mas pareceu-me uma pessoa bem esclarecida, e educado, o outro, o sr. Junior, um pouco mais novo, 33 anos, experiente também e educado. Concorrentes bons, porém o fatop da idade estava pesando para nós da empresa, porém estavamos tentando não ser preconceituosos perante a isso, mas é dificil...
O sr. blantir foi o primeiro a fazer o teste e para minha surpresa o sr. Junior disse assim logo que ele saiu: "sra. Karina, eu não quero fazer o teste, queria que vc desse a vaga pro blantir, porq ele está passando por necessidades na família justamente por que as empresas não querem pegar ele por causa da idade... eu vou deixar pra ele, eu sou novo, me viro com uns bico ai!!"

Aquilo realmente me deixou surpresa pois o lugar de motorista é uma vaga disputadíssimo pelo salario ser bom e por ser um serviço que não é muito pesado.
Fiquei atonita com isso, pensativa e triste, alias nem sei se se chama tristeza acho que foi emoção por ver um ato tão bonito vindo de alguem que também precisaria do emprego. e claro muito feliz por saber que NEM TUDO NO MUNDO TÁ PERDIDO.

Nem tudo no mundo tá perdido e errado, ainda existem pessoas que se precupam com os outros...
Assim, ofereci a vaga de tratorista pra ele, pois ele tinha mais experiencia com trator e por ser um emprego seguro, registrado, era o minimo que estava ao meu alcance retribuir a uma pessoa que preocupou-se com outra que ele nem ao menos conhece direito....
As vezes dizemos que o mercado de trabalho é cruel, insensível, mas é nessas horas que penso SERÀ?
Será que se tivessem mais pessoas como este cidadão que é capaz de deixar uma vaga boa pra poder entender a necessidade do próximo?

Só tenho a dizer que isso só pode ser ato de Deus, e nada mais... Deus deve ter cochichado no ouvido dele ... e espero que este cidadão tenha boas notícias ... pois ele acabou de fazer uma pessoa MUITO FELIZ.

bjinhos emocionados e chorosos.... ka

segunda-feira, junho 19, 2006

"Quero me encontrar mas nãos ei aonde estou, vem comigo procurar algum lugar mais calmo, longe dessa confusão e dessa gente que não se respeita, TENHO QUASE CERTEZA QUE EU NÃO SOU DAQUI"

Nossa, grande poeta Renato Russo... eis uma frase que nesses ultimos dias tem sido perfeita... to chegando a conclusão que não faço parte desse mundo... tem tanta coisa que tá me deixando desanimada, aliás, to desanimada... as vezes a gente se esforça pra fazer as coisas de um jeito, pra ver se tudo dá certo... e lá vem uma pancada... nada da certo... são só cobranças... e chega um certo ponto que dá vontade de sair correndo, porq vc acaba se sentindo sozinha.... acaba por pensar pra que tudo isso???

Bom, eis uma dúvida que prevalece por esta semana... "como seria a vida em Marte?"

Papo de doido... mas é assim que to me sentindo... doida, perdida, sem rumo... sozinha....

bjos...ka

quarta-feira, junho 14, 2006

O Jogo...

Bom, ontem aqui na Barra do Garças foi feriado... 13/06 dia de Santo Antonio, padroeiro da cidade... ai como de costume de feriado, não teve muita produção aqui e pude ir embora meio dia... me preparar para o primeiro jogo da Seleção na Copa... cheguei em casa arrumei as bagunças, limpei os mijadinhos da minha nova filha (minha cachorrinha que amanha postarei fotos e detalhes sobre ela) tomei um banho, compramos umas cevas e p-reparei uns picadinhos pra comer olhando o tão esperado jogo. A cidade parou!!!!Alias não só a cidade como o país... para o primerio jogo que foi ... péssimo! Memso ganhando de um a zero, falta entusiasmo e futebol ... tá faltando muita coisa pra conseguir este título. Eu como muitas pessoas não ficaram muito felizes com o jogo que viu. Cadê o Fenômeno? Cadê o futebol arte que se falou nestes ultimos meses? Não sei, só que de arte não vi nadinha naquele jogo e agora é torcer pra que a seleção ponha a cabeça no lugar e o futebol arte nos pés... pra que possamos conquistar o tão sonhado "hequissa" hehehehe
Daquelas tri comenarista de futebol....
bjinhos...ka

quinta-feira, junho 01, 2006

"Não quero lhe falar meu grande amor das coisas que aprendi nos discos,
Quero lhe contar como eu vivi e tudo o que aconteceu comigo,
Viver é melhor que sonhar, eu sei que o amor é uma coisa boa,
Mas também sei que qualquer canto é menor do que a vida de qualquer pessoa
Por isso cuidado meu bem, há perigo na esquina
Eles venceram e o sinal está fechado prá nós que somos jovens
Para abraçar seu irmão e beijar sua menina na rua
É que se fez o seu braço, o seu lábio e a sua voz
Você me pergunta pela minha paixão
Digo que estou encantada com uma nova invenção
Eu vou ficar nesta cidade, não vou voltar pro sertão
Pois vejo vir vindo no vento o cheiro da nova estação
Eu sei de tudo na ferida viva do meu coração
Já faz tempo eu vi você na rua, cabelo ao vento, gente jovem reunida
Na parede da memória essa lembrança é o quadro que dói mais
Minha dor é perceber que apesar de termos feito tudo o que fizemos
Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais
Nossos ídolos ainda são os mesmos e as aparências não enganam não
Você diz que depois deles não apareceu mais ninguém
Você pode até dizer que eu 'tô por fora', ou então que eu 'tô inventando'
Mas é você que ama o passado e que não vê
É você que ama o passado e que não vê
Que o novo sempre vem
Hoje eu sei que quem me deu a idéia de uma nova consciência e juventude
Tá em casa guardado por Deus contando vil metal
Minha dor é perceber que apesar de termos feito tudo, tudo, tudo o que fizemos
Nós ainda somos os mesmos e vivemos
Nós ainda somos os mesmos e vivemos
Ainda somos os mesmos e vivemoscomo nossos pais"

Grande Elis Regina... acordei com essa música na cabeça... lembrei que mesmo que dizemos que não agiremos como nossos pais, acabamos fazendo coisas e seguindo seus passos...

bjos e mais bjos....ka